A CW anunciou o lançamento em 21 de janeiro para a sétima temporada de The Flash, no qual esperamos que o COVID-19 seja resolvido com segurança até então. Ao fazer o anúncio, a CW anunciou que The Flash manterá seu familiar horário de Terça às 21h (horário de Brasília), onde irá ao ar antes da tão esperada série Superman & Lois!

A rede também divulgou uma sinopse para a sétima temporada com alguns novos spoilers!

Barry Allen (Grant Gustin) viveu uma vida normal como um C.S.I. perpetuamente atrasado no Departamento de Polícia de Central City. A vida de Barry mudou para sempre quando o acelerador de partículas do S.T.A.R. Labs explodiu, criando uma tempestade de matéria escura que atingiu Barry, dando-lhe super velocidade e fazendo dele o homem mais rápido vivo – o Flash. Depois de um emocionante suspense na última temporada, que viu a nova Mirror Master (Efrat Dor) vitoriosa e ainda à solta em Central City, o Flash precisa se reorganizar para detê-la e encontrar uma maneira de fazer contato com sua esposa desaparecida, Iris West-Allen (Candice Patton). Com a ajuda do restante do Team Flash, que inclui os super-heróis Caitlin Snow (Danielle Panabaker), Cisco Ramon (Carlos Valdes), Ralph Dibny (Hartley Sawyer) e Nash Wells (Tom Cavanagh), além do pai adotivo do Flash, Joe West (Jesse L. Martin), a meta-advogada Cecile Horton (Danielle Nicolet), a jovem repórter Allegra Garcia (Kayla Compton) e o brilhante nerd tecnológico Chester P. Runk (Brandon McKnight)… O Flash derrotará a Mirror Master. Mas, ao fazer isso, ele também desencadeará uma ameaça ainda mais poderosa e devastadora em Central City: uma que ameaça separar sua equipe – e seu casamento -.

Em relação ao esperado crossover anual do Arrowverse, “Será um evento menor do que o habitual. Estamos planejando apenas um evento de duas horas”, disse o chefe da CW, Mark Pedowitz, através de uma teleconferência a jornalistas sobre o novo cronograma. Pedowitz garantiu que os personagens da maioria, se não todos, dos shows de super-heróis da DC da CW aparecerão no evento, mas agora o plano é ter o crossover entre Batwoman e a nova série Superman & Lois. “Estamos falando de fazer Superman e Batwoman juntos neste momento, com muitos personagens vindos de [outros] shows, mas, novamente, o tempo é influenciado em todos os aspectos”, disse ele. “Mas estamos planejando do meio ao fim do primeiro trimestre ou no início do segundo trimestre.”

De acordo com Pedowitz, um crossover de duas horas sempre foi o plano que se seguiu ao grande evento Crise nas Infinitas Terras do ano passado, e o momento está sendo levado à luz dos desafios da produção. Em vez de ir ao ar na primeira semana de dezembro, como sempre, o crossover provavelmente acontecerá em março ou no início de abril de 2021. Ele também confirmou que o bloco de duas horas ocorrerá no domingo.

Todos os planos para o crossover e estreias dependem dos shows da CW serem capazes de retornar à produção em setembro de 2020, o que ainda é provisório, pois ainda estão sendo decididas as medidas para retornar com segurança.

Fonte: The CW e TV Line

Tradução e adaptação: Grant Gustin Brasil

“THE FLASH” FINAL DA TEMPORADA — Barry (Grant Gustin) considera um plano arriscado para salvar Iris (Candice Patton) do Mirrorverse. Ralph (Hartley Sawyer) tenta impedir Sue (estrela convidada, Natalie Dreyfuss) de cometer um grave erro que poderia destruir sua vida.

Phil Chipera dirigiu o episódio escrito por Kelly Wheeler & Lauren Barnett.

 

Fonte: The CW

Tradução e adaptação: Grant Gustin Brasil

 

 

 

 

 

Antes de ser escolhido como Barry Allen em The Flash, Grant Gustin fez o teste para o papel de Roy Harper em Arrow. Por fim, o papel foi para Colton Haynes, mais conhecido na época por seu papel no Teen Wolf da MTV, deixando Gustin livre para aparecer em outros papéis no Arrowverse.

Muitos fãs não tinham certeza sobre escalar Gustin como Barry Allen em The Flash, pensando que ele se encaixaria melhor em qualquer uma das versões mais jovens do Flash, como Wally West ou Bart Allen. Barry geralmente é um personagem mais velho e experiente, uma vibe que Gustin não transmite exatamente. Ele mudou significativamente para o programa, com muitos chegando à ideia de que esta é a versão perfeita de Barry Allen para o Arrowverse.

Grant Gustin foi um dos muitos atores que fizeram o teste para o papel de Roy Harper em Arrow. Ele eventualmente conseguiu o melhor acordo, já que Roy se tornou um regular após a primeira temporada de Arrow, Gustin foi escalado no ano seguinte como o líder de The Flash, um papel muito maior e mais importante no Arrowverse.

Essa foi a decisão certa a ser tomada, pois o sucesso do Arrowverse se baseou muito em The Flash, que deve muito de sua popularidade a Grant Gustin no papel principal. O tom do Arrowverse em geral ficou muito mais brilhante quando Barry entrou, e a série CW trouxe superpoderes e metahumanos para o Arrowverse, equilibrando as ameaças muito mais fundamentadas de Arrow. Gustin interpreta Barry Allen com entusiasmo e energia, e geralmente com a esperança de que ele possa melhorar tudo. Gustin até consegue levar o programa em momentos difíceis, mesmo quando a culpa é de Barry. Barry tem uma tendência a tomar más decisões e não pensar em todas as consequências. Nas mãos de um ator diferente, isso pode ser uma combinação fatal, mas Gustin consegue fazê-lo funcionar. Se ele tivesse sido escolhido como Roy, ele nunca teria tido a oportunidade de interpretar esse papel, e o Arrowverse como um todo pareceria bem diferente com outra pessoa interpretando Barry Allen.

A possível escalação de Grant Gustin como Roy Harper poderia ter levado a uma possibilidade realmente intrigante. Melissa Benoist, que interpreta Kara Danvers/Supergirl, fez o teste para interpretar Thea Queen em Arrow. Os fãs adoravam sempre que Benoist e Gustin apareciam juntos nos crossovers, e suas possíveis escolhas como Thea e Roy os levaria a interpretar um casal. Eles certamente têm a química para fazê-lo funcionar, e seria interessante ver isso.

Embora as possibilidades alternativas sejam interessantes, no final das contas, as melhores decisões de elenco foram tomadas. Embora ele poderia ter sido um bom Roy Harper, Grant Gustin é um ótimo Barry Allen, não apenas sendo um personagem paralelo de Arrow, mas também o líder de The Flash e uma das estrelas do Arrowverse.

Fonte: ScreenRant

Tradução e adaptação: Grant Gustin Brasil

O final de The Flash está chegando às nossas telas um pouco mais rápido do que o normal este ano. A série CW foi uma das muitas produções de Hollywood que fecharam de forma proativa contra a propagação do Coronavírus. Agora, The Flash tem apenas mais dois episódios restantes em sua sexta temporada e, embora não seja exatamente o que os escritores e estrelas planejaram, os fãs ainda podem esperar um final sobrecarregado.

O ET conversou recentemente com o “homem mais rápido do mundo”, Grant Gustin, por meio de um bate-papo por vídeo para saber como o COVID-19 está mudando as coisas para os dois últimos episódios de The Flash e o que isso significa para o Team Flash (e WestAllen, claro!) na sétima temporada.

Além disso, o que o ator de 30 anos quer em sua “lista de desejos” para futuros episódios de The Flash, a adição de seu super-traje dos sonho e como ele realmente se sente sobre os momentos musicais de Barry no programa. Confira:

Devido as paralisações relacionadas ao Coronavírus, a sexta temporada de The Flash está terminando no episódio 19 este ano – alguns episódios a menos do que você planejava concluir originalmente. Como você está se sentindo sobre isso e onde esta temporada vai parar?

Grant Gustin: Quero dizer, obviamente, é um pouco decepcionante. Os escritores estavam trabalhando muito duro para o que haviam planejado para o 6×22 e ainda é um bom gancho. Digo, felizmente, nossos episódios geralmente têm ganchos – especialmente quando nos aproximamos do final do ano. Quero dizer, eu sei que alguns fãs ainda vão ficar desapontados, mas isso serve como um bom gancho. Todo mundo tem o direito de ficar um pouco decepcionado agora, mas o mundo inteiro está meio que sendo virado de cabeça para baixo. Então eu acho que todos nós podemos aceitar que essa é a realidade e, infelizmente, simplesmente não conseguimos fazer tantos episódios quanto queríamos.

Você acha que vai terminar seus três últimos episódios no início da próxima temporada ou acha que os roteiristas vão fazer você começar do zero?

Não, eu teria que imaginar que, com a maneira como as coisas serão deixadas, ainda precisaremos de muitas dessas peças para terminar o que estávamos fazendo. Então, acho que o que teria servido como episódios 6×20, 21 e 22, talvez eles não façam essas histórias na íntegra na sétima temporada. Mas eu imagino que vamos terminar ou vamos fazer versões condensadas desses três episódios antes de continuarmos com o que eles haviam planejado para a sétima temporada – e sou eu quem está especulando. Eu não tive necessariamente essa conversa com os escritores.

Temos dois episódios restantes nesta temporada: o penúltimo, [que vai ao ar hoje à noite] e o 6×19, que agora é o final. O que você pode provocar para os fãs por aí? Você mencionou que estávamos recebendo um gancho e alguns fãs podem não estar super emocionados. Isso é porque tudo não está envolvido com um arco?

Sim, definitivamente não há um arco este ano. Geralmente, tendemos a terminar a temporada com um pouco de, você sabe, gostamos desse elemento [de surpresa] para terminar o ano e manter todo mundo esperando durante o tempo de hiato – mas muito mais do que o normal fica inacabado. Não é necessariamente uma reconciliação com muitas coisas que estavam acontecendo com o Team Flash, a separação de Barry e Iris e o espelhoverso – então sim, ainda resta muito por terminar. Como vimos no último episódio, Barry começou a entender no 6×17 e ele finalmente estava tendo essa epifania de que não estava morando com sua esposa, e algo estava acontecendo. Ele compartilha suas preocupações com Cecile e a equipe começa a entender o que está acontecendo e que talvez Iris esteja em outro lugar. Veremos que isso começa a se desenvolver um pouco mais no 6×18 e as coisas definitivamente ainda virão à tona no 6×19, mas isso não é resolvido tanto quanto provavelmente gostaríamos também.

Fiquei tão animada ao ver que Barry sabia que essa não era sua esposa. Ele estava juntando as peças e acho que isso fala bastante para eles como casal. Qual foi sua reação quando descobriu que Barry iria adivinhar que Iris não era ela mesma?

Fiquei feliz que finalmente chegamos lá. Quero dizer, demorou um pouco para chegar lá, mas você sabe. Houve até uma cena que Barry teve com a Espelho-Iris, onde, sabe, Iris é um personagem de personalidade forte – e tão forte ou mais forte que Barry de várias maneiras. Eles se depararam com ela dizendo: “Estou crescendo e estou mudando como pessoa”. E Barry é como, “Você está certa e eu tenho que te amar de qualquer maneira.” Então, isso ainda era uma coisa muito Iris. Então eu acho que foi isso que eu pude usar para acreditar que [Barry] não estava entendendo imediatamente e havia todas essas coisas acontecendo com ele perdendo a velocidade e Thawn voltando.

Obviamente, ele ama sua esposa e acredita e entende que ela vai mudar e crescer como pessoa. Eles precisam ser capazes de amar um ao outro e estar lá um para o outro de qualquer maneira, para que eu pudesse acreditar que ele levou tanto tempo para descobrir isso – mas foi um alívio quando todas essas coisas começaram a se encaixar. Ele estava meio que se lembrando de algumas dessas ocorrências estranhas que aconteceram com as panquecas, e a garrafa batendo na cabeça, e todas esse trabalho pesado e o italiano. As coisas realmente não são tão estranhas, mas quando adicionamos todas – foi legal. Eu amo a cena que Dani e eu tivemos na casa dos West, onde ela entra na sua cena do crime de homem louco e nos divertimos muito com isso. Então sim, foi um alívio quando Barry finalmente percebeu que não era Iris.

Vamos falar sobre Barry nesta temporada, porque estamos vendo o Flash perdendo a velocidade. Como tem sido isso para você, como ator, e podemos ter esperança de que o Flash ainda seja o homem mais rápido do mundo?

Sim, eu diria que é seguro dizer esperar que possamos descobrir isso – seja uma força de velocidade artificial ou restaurar a força de velocidade – eu tenho que imaginar que vamos descobrir. Para mim, tem sido divertido! Quero dizer, é diferente e às vezes nem vesti o traje para episódios inteiros. Tipo, eu e [minha esposa] LA assistimos esse último episódio juntos e ficamos tipo, “Isso foi tão estranho! Eu não estava de traje nenhuma vez. Como espectador, você fica tipo, “[Aww,] cara”. Mas quando estou filmando, fico tipo: “Cara, eu não estou de traje uma vez. Tipo, eu estou tão confortável! [Risos] Então isso foi uma vantagem, com certeza, durante as filmagens e é apenas diferente. Quero dizer, é muito mais Barry. É divertido, às vezes, e difícil, às vezes, interpretar Barry tão desanimado constantemente e ele está tipo no fundo do poço – especialmente sua confiança durante grande parte da segunda metade da temporada. Então isso tem sido estranho de interpretar e diferente, mas é sempre bom mudar as coisas.

Falando sobre o processo – tivemos seis temporadas e vimos bastante a evolução. Passamos de marrom-avermelhado a vermelho vivo. Vimos a chuva entrar em jogo. O que ainda está na sua lista de desejos de roupas do Flash? O que você gostaria de ver?

Botas de ouro. Temos o raio no topo das botas vermelhas – que é como a asa / relâmpago no topo – mas essa é realmente a única coisa que falta para que ele seja, basicamente, o visual completo dos quadrinhos. O traje que temos agora essencialmente, mas com botas para combinar com o cinto e então sinto que estamos lá.

Temos 6 temporadas sob o seu capô até este momento. Quanto tempo mais você se vê interpretando o Flash?

Escute, talvez eu nunca tenha um emprego tão legal de novo, que muitas pessoas sintonizem para assistir, então não vou dar como certo. Eu estava conversando com Michael Rosenbaum outro dia e para fazer tantas temporadas quanto eles fizeram com Smallville, tipo, ninguém consegue fazer isso! Isso sempre foi algo que eu pensei que seria muito legal de realizar. Obviamente, não é apenas minha decisão, mas tem muito a ver com os telespectadores e a rede, e acho que teremos que esperar e ver. Mas eu definitivamente posso me ver fazendo mais do que apenas a [temporada] que me resta neste contrato atual. Sete [temporadas] são para a maior parte do elenco, na verdade, mas acho que seria ótimo se pudéssemos continuar depois disso.

Você ainda tem algo que está na sua lista de sonhos em Flash? Algo que você gostaria de realizar? Um episódio divertido? Mais musicais?

Eu acho que nunca mais precisarei fazer um musical completo novamente, mas pequenas coisas como a cena de karaokê que fizemos [na primeira temporada]… Como coisas assim. Seria divertido cantar de novo no nosso mundo – onde não é como o mundo dos sonhos dos musicais. Mas eu definitivamente voltaria a cantar no programa se fosse nessa capacidade.

Eu quero ver Barry bêbado novamente, porque assistir você gritar “Eu sou o Flash!” no episódio 4×05 ainda é minha cena favorita de todos os tempos!

Foi divertido! Acho que me diverti ainda mais com o episódio que Danielle Panabaker dirigiu [6×06], onde Barry fingiu estar bêbado no palco do leilão para ser uma distração. Eu tinha a garrafa de champanhe e a coisa do Mortal Combat. Sim, as coisas divertidas definitivamente estariam no topo da minha lista de desejos, tanto quanto ver o time não ser o Team Flash. Tipo, faça outras coisas divertidas. E eu sei que o [nosso showrunner] Eric Wallace ainda tem muitas coisas em sua lista de desejos para coisas em Flash, então eu teria que deixar isso para ele. Eu jogo pelo que Eric quer fazer.

Você conseguiu se conectar com alguém da sua família Flash enquanto se distanciava socialmente?

Sim! Quero dizer, praticamente, pelo menos a cada poucos dias ou uma vez por semana, vou verificar com todo mundo. Estamos todos meio que checando um ao outro… Todos estão praticamente no mesmo barco, assim como em casa perguntando “Como você está? O que você está fazendo?” Tipo, “eu estou bem. Estou entediado. Não fazendo nada.” “Tudo bem legal, entro em contato com você na próxima semana!”

Fonte: ET

Tradução e adaptação: Grant Gustin Brasil