Antes de ser escolhido como Barry Allen em The Flash, Grant Gustin fez o teste para o papel de Roy Harper em Arrow. Por fim, o papel foi para Colton Haynes, mais conhecido na época por seu papel no Teen Wolf da MTV, deixando Gustin livre para aparecer em outros papéis no Arrowverse.

Muitos fãs não tinham certeza sobre escalar Gustin como Barry Allen em The Flash, pensando que ele se encaixaria melhor em qualquer uma das versões mais jovens do Flash, como Wally West ou Bart Allen. Barry geralmente é um personagem mais velho e experiente, uma vibe que Gustin não transmite exatamente. Ele mudou significativamente para o programa, com muitos chegando à ideia de que esta é a versão perfeita de Barry Allen para o Arrowverse.

Grant Gustin foi um dos muitos atores que fizeram o teste para o papel de Roy Harper em Arrow. Ele eventualmente conseguiu o melhor acordo, já que Roy se tornou um regular após a primeira temporada de Arrow, Gustin foi escalado no ano seguinte como o líder de The Flash, um papel muito maior e mais importante no Arrowverse.

Essa foi a decisão certa a ser tomada, pois o sucesso do Arrowverse se baseou muito em The Flash, que deve muito de sua popularidade a Grant Gustin no papel principal. O tom do Arrowverse em geral ficou muito mais brilhante quando Barry entrou, e a série CW trouxe superpoderes e metahumanos para o Arrowverse, equilibrando as ameaças muito mais fundamentadas de Arrow. Gustin interpreta Barry Allen com entusiasmo e energia, e geralmente com a esperança de que ele possa melhorar tudo. Gustin até consegue levar o programa em momentos difíceis, mesmo quando a culpa é de Barry. Barry tem uma tendência a tomar más decisões e não pensar em todas as consequências. Nas mãos de um ator diferente, isso pode ser uma combinação fatal, mas Gustin consegue fazê-lo funcionar. Se ele tivesse sido escolhido como Roy, ele nunca teria tido a oportunidade de interpretar esse papel, e o Arrowverse como um todo pareceria bem diferente com outra pessoa interpretando Barry Allen.

A possível escalação de Grant Gustin como Roy Harper poderia ter levado a uma possibilidade realmente intrigante. Melissa Benoist, que interpreta Kara Danvers/Supergirl, fez o teste para interpretar Thea Queen em Arrow. Os fãs adoravam sempre que Benoist e Gustin apareciam juntos nos crossovers, e suas possíveis escolhas como Thea e Roy os levaria a interpretar um casal. Eles certamente têm a química para fazê-lo funcionar, e seria interessante ver isso.

Embora as possibilidades alternativas sejam interessantes, no final das contas, as melhores decisões de elenco foram tomadas. Embora ele poderia ter sido um bom Roy Harper, Grant Gustin é um ótimo Barry Allen, não apenas sendo um personagem paralelo de Arrow, mas também o líder de The Flash e uma das estrelas do Arrowverse.

Fonte: ScreenRant

Tradução e adaptação: Grant Gustin Brasil